Lula afirma que o Brasil precisa ocupar um lugar de destaque no mundo

audio/mpeg 137.2009-10-06.4164899380.mp3 — 5322 KB




Transcrição

'Jornalista: Alô amigos em todo o Brasil eu sou Luiz Fará Monteiro, e esse é o Café com o Presidente, o programa em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversa com você através do rádio falando de assuntos importantes para o Brasil e para o seu dia-a-dia.
Neste momento o presidente está em viagem oficial à índia, mas o "Café com o presidente" está aqui. Durante as gravações do nosso programa, o presidente Lula deixou mensagens exclusivas. Nós reservamos dois pronunciamentos muito importantes.
Agora, por exemplo, o presidente Lula fala sobre a ousadia que o Brasil está usando em sua política exterior, procurando novos parceiros. Isso faz parte dessa ousadia, propor acordos comerciais e viagens ao exterior, como esta para a índia, onde o presidente está agora, como já dissemos.
Com a palavra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Presidente: Está dentro desta ousadia por uma razão simples. Ou seja, nós estamos vivendo no século XXI, temos toda experiência de acordos e de comércios feito no século XX. Nós sabemos das limitações que cada país tem pra comprar ou vender. Então, nós não podemos ficar estagnados. Nós temos uma indústria com capacidade de produzir. Nós temos uma agricultura que através de inovações tecnológicas tem virado praticamente campeã em todo o mundo. Hoje nós somos os maiores exportadores de carne de boi, hoje somos os maiores exportadores de carne de frango. Nós somos os maiores exportadores de café, os maiores exportadores de soja, os maiores exportadores de suco de laranja. Nós hoje somos quase que um dos grandes exportadores de aviões via Embraer. Nós não queremos ficar apenas no agronegócio. exportando produtos in natura. Nós queremos transformar esses produtos para que a gente possa colocar valor agregado e fazer os nossos produtos ganharem melhores preços, para que tenha mais dinheiro para o Brasil, para que a gente possa gerar mais empregos para o Brasil e mais riqueza para o Brasil. Nós estamos fazendo tudo o que é possível fazer. Eu estou convencido que nós ainda não ousamos 30% do que nós temos competência pra ousar. Então o Brasil vai ocupar o lugar de destaque que ele tem no mundo com muita ousadia. Os ministros têm que, sobretudo o ministro das Relações Exteriores, o ministro da Indústria e Comércio e o ministro da Agricultura, precisam viajar muito o mundo dizendo "olha nós temos Carnaval, nós temos criança de rua, nós temos pobreza, mas nós temos indústria, temos agricultura, temos tecnologia e nós poderemos fazer grandes negócios com vocês". é isso que eu quero que faça o meu governo e é isso que nós vamos fazer porque o Brasil precisa ocupar um lugar de destaque no mundo, não apenas pelo futebol ou pelo Carnaval, mas pela sua capacidade de produzir e vender os produtos aqui produzidos pelas indústrias nacionais.

Jornalista: Vamos voltar a falar do Brasil. Ainda estamos em janeiro, e cabe ainda lembrar da principal realização da área social em 2003, o Bolsa Família. De passagem, o presidente anuncia linhas de crédito para os aposentados, e como é de sua característica, encerra com uma mensagem de otimismo.

Presidente: Eu quero lembrar ao povo brasileiro, que além do micro-crédito, além dos juros baratos que nós criamos para os trabalhadores com desconto em folha. No mês de fevereiro nós vamos fazer para os aposentados brasileiros. Tudo isso foi feito em 2003 para poder consolidar a base de crescimento da economia brasileira em 2004. é importante lembrar que no dia 27 de outubro de 2003, nós anunciamos o Bolsa Família, e no dia 27 de dezembro de 2003, nós já tínhamos 3,6 milhões famílias, ou melhor, 3,615 milhões famílias, 15 mil a mais do que a gente tinha programado, recebendo o Bolsa Família. Ou seja, a unificação dos programas sociais brasileiro. é importante lembrar que as essas pessoas recebiam, em média, R$ 19 por mês, de todos os planos do governo passado. Agora, as pessoas estão recebendo em média R$ 75, com o Bolsa Família. E o nosso objetivo é atingir 11 milhões de famílias até 2006. Eu só quero que vocês tenham clareza e a certeza de uma coisa. Eu comecei dizendo a vocês: nós vamos fazer o necessário, depois vamos fazer o possível, e depois o impossível. E pode ficar certo que, a cada dia que passa, eu levanto com a convicção de que nós vamos fazer muito mais do que nós jamais imaginamos fazer. O Brasil está preparado, o governo está preparado, e mais do que isso, a sociedade brasileira está convencida que o Brasil não volta atrás. Daqui pra frente nós vamos colher aquilo que durante tantos e tantos anos milhões de brasileiros plantaram.

Jornalista: Este foi o "Café com o Presidente", hoje com gravações do presidente Lula que está em viagem oficial à índia. O programa volta na segunda-feira, 9 de fevereiro, com o presidente Lula falando sobre assuntos importantes para o seu dia-a-dia. Até lá!