Vamos crescer com responsabilidade e sem sobressaltos, afirma o presidente Lula

audio/mpeg 301.2009-10-06.4272408581.mp3 — 5639 KB




Transcrição

'Apresentador: Olá você em todo o Brasil eu sou Luciano Seixas e começa agora o Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Presidente, como vai? Tudo bem?

Presidente: Tudo bem, Luciano.

Apresentador: Nós estamos aqui em Brasília, nos estúdios da EBC. O senhor está em São Paulo. Presidente, o Produto Interno Bruto do primeiro trimestre deste ano chegou a 5,8%. O resultado está dentro do esperado? Que expressa este índice, Presidente?

Presidente: Luciano, o resultado é bom. Ele significa que a economia brasileira está no caminho certo, num ritmo de crescimento equilibrado e muito sustentável. A economia continua crescendo forte. Agora, é importante que o ritmo da economia acompanhe com muita clareza a demanda, porque se a gente continuar consumindo mais do que a gente produz, o resultado é que a gente tenha uma inflação. Então nós vamos continuar trabalhando de forma séria, eu diria, muito equilibrada, para que a economia continue crescendo forte e que a gente possa ter um consumo também forte, mas não maior do que aquilo que a economia pode atender. Eu acho que é extremamente importante o crescimento do PIB neste momento. é extremamente importante o fortalecimento da economia, porque isso significa o quê? Significa que nós vamos ter mais emprego, o emprego vai continuar crescendo, os salários vão continuar crescendo, a renda das famílias vai continuar crescendo. Segundo porque os números são mais equilibrados e isso ajuda a combater a inflação. E nós vamos continuar nesse ritmo para que haja aumento do PIB sem oferecer risco para a demanda interna do país. Ou seja, nós precisamos crescer com muita responsabilidade e sem nenhum sobressalto.

Apresentador: Presidente, um resultado importante é que o crescimento dos investimentos foi bem maior do que o crescimento do consumo. Qual o siginifcado disso?

Presidente: Isso é outro dado extremamente importante, Luciano, e o povo precisa compreender isso muito bem. Que isso significa? Significa que o país está vivendo um bom momento, que os negócios estão se expandindo. Isso significa que os empresários estão confiantes na economia brasileira. Que há novas fábricas sendo criadas, mais máquinas sendo instaladas, mais produção sendo gestada. E tudo isso tende a permitir um equilíbrio sustentável entre a nossa demanda e a nossa oferta. E é bom levar em conta que, num primeiro momento, o aumento do investimento também aumenta o consumo. E por que, Luciano, que aumenta o consumo? Quando uma pessoa está construindo uma fábrica, num primeiro momento ela está consumindo material de construção, num segundo momento ela vai estar ofertando o produto. é isso que nós desejamos, que a gente possa aumentar muito a oferta para que o povo tenha o que comprar neste país.

Apresentador: Você está ouvindo Café com o Presidente, o programa de rádio do presidente Lula. Agora, falando ainda sobre índices, mas na área da educação. Na semana passada foi divulgado o resultado do Ideb, o índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Neste caso, os resultados ficaram dentro do esperado? Dá para comemorar, Presidente?

Presidente: Olha, eu penso, Luciano, que dá para a gente comemorar com muita cautela, mas sabendo que a gente tem que trabalhar muito. O índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, ele cresceu em todas as etapas do ensino entre 2005 e 2007. Por exemplo, na quarta série do ensino fundamental a meta era 3,9 e nós chegamos a 4,2. Na oitava série a meta era 3,5 e nós chegamos a 3,8. No ensino médio a meta era 3,4 e nós chegamos a 3,5. Entre as regiões, o Nordeste se destaca com um dos maiores saltos de qualidade da educação básica. Que nós podemos dizer sobre isso, analisando os números? Que o resultado superou as nossas metas. Podemos dizer ainda que está melhorando a qualidade do ensino principalmente o fundamental, oferecido pela rede pública. Mesmo tendo ultrapassado as metas estabelecidas pelo Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) para este ano, o caminho que devemos percorrer para chegar ao patamar dos países desenvolvidos ainda é muito longo. Só para você ter uma idéia, os 30 países mais desenvolvidos têm uma média de seis e nós ainda estamos naquelas médias que eu citei agora há pouco. Significa que nós poderemos até estar felizes porque melhorou um pouco. Mas significa que nós temos que trabalhar muito, mas muito mesmo para que a gente possa melhorar a educação básica no nosso país. Eu penso que, agora que saiu o índice geral, logo, logo vai sair o índice por escola e aí nós vamos precisar de prefeitos, governadores, presidente da República, pais de alunos, alunos sabendo, cada escola, como é que está a sua média. Todo mundo se unificar para que a gente possa melhorar definitivamente a educação desse país, detectando quais são os problemas que tem nas escolas de menor índice e, ao mesmo tempo, tomando decisões para que possamos melhorar definitivamente a educação básica no nosso país que é um sonho, eu acredito, meu. é um sonho de cada governador, de cada prefeito e, sobretudo, um sonho de todos os pais que têm alunos nas escolas públicas brasileiras.

Apresentador: Muito obrigado, presidente Lula, e até a próxima semana.

Presidente: Muito obrigado você, Luciano e até a próxima semana.

Apresentador: o pograma Café com o Presidente Volta na próxima segunda-feira. Até lá.