Sérgio Moro assume o ministério da Justiça e Segurança Institucional na próxima quarta-feira

Pasta vai englobar os atuais ministérios da Justiça e da Segurança Pública

audio/mpeg 31-12-18 - ROSAMELIA - TRANSMISSAO DE CARGO JUSTIÇA.mp3 — 2310 KB

Duração: 2m27s




Transcrição

A transmissão de cargo do Ministro da Justiça e Segurança Institucional, Sérgio Moro, está marcada para a próxima quarta-feira, dois de janeiro de 2019

 

A pasta vai englobar os atuais ministérios da Justiça e da Segurança Pública.

 

 

Sérgio Moro nasceu em Maringá, no Paraná.

 

Foi juiz federal da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba e professor de direito processual penal na Universidade Federal do Paraná.

 

É formado em Direito pela Universidade Estadual de Maringá em 1995, fez mestrado e doutorado na Universidade Federal do Paraná.

 

 

 

O futuro ministro também se especializou- em crimes financeiros e tornou-se juiz federal em 1996. Nessa função, trabalhou em casos como o escândalo do Banestado e a Operação Farol da Colina e Operação Lava Jato. Também auxiliou, no Supremo Tribunal Federal, a ministra Rosa Weber durante o julgamento dos crimes relativos ao escândalo do Mensalão.

 

 

Em 2002, concluiu o doutorado em direito do Estado na mesma instituição, com a tese Jurisdição constitucional como democracia. O futuro ministro Sérgio Moro também cursou o programa de instrução de advogados da Harvard em 1998 e participou de programas de estudos sobre lavagem de dinheiro promovidos pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos.

 

 

Em novembro de 2018, aceitou ser Ministro da Justiça e Segurança Pública no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, tendo pedido exoneração do cargo na magistratura para dedicar-se às atividades de preparação de sua futura gestão no ministério.

 

Em 20 de novembro de 2018, foi nomeado Coordenador do Grupo Técnico de Justiça, Segurança e Combate à Corrupção do Gabinete de Transição Governamental

Índice