agu brasil - 17-11-17

A Advocacia-Geral da União (AGU) conseguiu manter o nome de um fazendeiro da cidade de Imperatriz (MA) no cadastro de empregadores que submeteram trabalhadores a condições análogas à escravidão. A AGU também evitou que a Fundação Nacional do Índio (Funai) fosse obrigada a pagar indevidamente quase R$ 18 mil a um servidor que acionou a Justiça para receber valores retroativos referentes a abono de permanência que entendia ter direito. E com o AGU Explica, vamos entender sobre incidente de assunção de competência. A produção é da ASCOM da AGU.

audio/mpeg 17-11-17 - AGU BRASIL N.1630 - 7M14S.mp3 — 13586 KB

Duração: 7min14seg