AGU recupera posse de prédios públicos invadidos por sem terra em Porto Alegre

A Advocacia-Geral da União (AGU) garantiu na Justiça a desocupação das sedes do Ministério da Fazenda e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Porto Alegre (RS). A Secretaria-Geral de Contencioso (SGCT) da AGU, órgão responsável por representar a União no Supremo Tribunal Federal (STF), economizou cerca de R$ 100 milhões aos cofres públicos em 2016 ao afastar, na Corte, o pagamento indevido de reajuste de R$ 13,23% a servidores públicos. E a Advocacia-Geral impediu o aumento indevido do valor da aposentadoria de ex-servidor do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER). A produção é da ASCOM da AGU.

audio/mpeg AGU BRASIL N.14379 19042017.mp3 — 18867 KB