profissionais do Mais Médicos devem se apresentar nos municípios

E mais: Governo federal cria conselho interministerial para definir demarcações de terras indígenas. Estudantes podem solicitar dispensa de prova do Enade

audio/mpeg 07-01-19 - E NOTICIAS 2 MIN - SUZETE -LS.mp3 — 1877 KB

Duração: 2m




Transcrição

  • O governo federal criou um conselho interministerial para definir demarcações de terras indígenas. O texto da Medida Provisória nº 870, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, trata da organização básica dos órgãos da Presidência da República e dos ministérios. Segundo o texto, um conselho interministerial ficará responsável pela identificação, delimitação e demarcação de terras indígenas.

 

  • Estudantes e instituições de ensino superior já podem solicitar a dispensa de prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) até 31 de janeiro. O estudante inscrito que não fez a prova e não justificar a ausência não poderá colar grau e receber o diploma de graduação. As solicitações de dispensa deverão ser feitas pelo Sistema Enade tanto pelos estudantes quanto pelas instituições de ensino.

 

  • Médicos inscritos na segunda chamada do programa Mais Médicos, com registro no Brasil, devem se apresentar a partir desta segunda-feira, dia 7 de janeiro, aos municípios. De acordo com o Ministério da Saúde, o prazo vai até a próxima quinta-feira dia 10. Médicos que decidirem não comparecer mais às atividades devem informar ao município onde trabalharia, que fica encarregado de comunicar a desistência ao governo federal. Segundo o Ministério da Saúde, candidatos que desistirem dos postos terão as vagas colocadas de volta ao edital do Mais Médicos. O sistema será atualizado com as vagas disponíveis para os profissionais formados no exterior. A previsão é que a lista de médicos brasileiros homologados que deram início às atividades seja publicada no próximo dia 14.