Áreas de 16 portos do Brasil serão alteradas

Objetivo é definir com maior clareza os limites geográficos da jurisdição e da atuação (pública e privada) dos portos; Abertas inscrições para fórum sobre doenças raras; Novo polo de agricultura irrigada vai estimular produção e crescimento econômico em doze municípios goianos.

audio/mpeg 08-07-19 - É NOTICIA 2 MIN -JOANA - TARDE - 2m22s.mp3 — 2494 KB

Duração: 2m22s




Transcrição

As áreas poligonais de 16 Portos Organizados do Brasil serão alteradas, com o objetivo de definir com maior clareza, quais são os limites geográficos da jurisdição e da atuação (pública e privada) desses portos.

A revisão propicia expansão de terminais de uso privado, oferece maior segurança jurídica aos investidores e às autoridades portuárias locais e acelera as solicitações para a instalação ou ampliação dos terminais de uso privado.

Passam pela revisão os portos do estado do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte; Pará; Rio Grande do Sul, Ceará, Bahia; Santa Catarina, Alagoas, Pernambuco e São Paulo.

---------------------------------------------

Estão abertas as inscrições para o terceiro fórum permanente de debates sobre políticas públicas para pessoas com doenças raras.

O evento será realizado no próximo dia 30 de julho, em Brasília, com o objetivo de mapear os maiores desafios e anseios das pessoas com este tipo de doença.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, doenças raras são aquelas que afetam até 65 em cada 100 mil indivíduos. No Brasil, estima-se que 13 milhões de pessoas sofrem com algum tipo de doença rara. Mais informações sobre o fórum, acesse www.mdh.gov.br.

---------------------------------------------

Novo polo de agricultura irrigada vai estimular produção e crescimento econômico em 12 municípios goianos. Além do polo na região de Cristalina, dois outros já estão em operação.

Cristalina, por exemplo, tem a maior concentração de pivôs de irrigação da América Latina. São 63 mil hectares de área plantada, que gera um Produto Interno Bruto estimado em um bilhão de reais.

As principais culturas plantadas nesse sistema são milho doce, milho para sementes, feijão, trigo, batata, tomate, cebola, café e cenoura.

Participam da iniciativa os municípios de Alexânia, Cabeceiras de Goiás, Campo Alegre, Catalão, Cristalina, Flores de Goiás, Formosa, Ipameri, Luziânia, Silvânia, Vianópolis e Vila Boa.

A região foi selecionada para se tornar um Polo de Agricultura Irrigada por sua relevância no setor.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Pedro Pontes.