Já está definido cronograma dos principais programas do MEC para acesso ao ensino superior

Quem estiver de olho em uma vaga para cursar o ensino superior em 2020, fique atento; Dezesseis novos polos das Rotas de Integração Nacional foram instalados em 2019; Estrada da Serrinha vai fortalecer o agronegócio em Patos de Minas e ampliar o escoamento da produção de milho, na região.

audio/mpeg 14-01-20 - É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS - MARIA VILHENA - TEMPO 01m48s - FINALIZADO.mp3 — 2218 KB

Duração: 1m48s




Transcrição

O cronograma dos principais programas do MEC para acesso ao ensino superior já está definido.

 

Quem estiver de olho em uma vaga para cursar o ensino superior em 2020, fique atento.

 

Os editais já foram divulgados com as datas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Para concorrer às vagas pelos programas, o candidato deve utilizar as notas do Enem, que terá resultado divulgado no próximo dia 17 de janeiro, quinta-feira. Mais informações, acesse mec.gov.br

---------------------------------------------------------------

Dezesseis novos polos das Rotas de Integração Nacional foram instalados em 2019.

 

O número representa um terço do total de unidades criadas desde o início do programa, em 2014.

 

A iniciativa coordenada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional já tem atuação nas cinco regiões do país: Distrito Federal e municípios de 11 estados, totalizando mais de novecentas cidades.

 

As Rotas levam desenvolvimento às localidades, permitindo que produtores de várias cidades próximas possam se unir para produzir mais e com mais qualidade.

---------------------------------------------------------------

Inaugurada a Estrada da Serrinha que vai fortalecer o agronegócio em Patos de Minas e ampliar o escoamento da produção de milho, na região.

 

Para a realização da obra, foram repassados cerca de R$6 milhões, por meio do programa de Pavimentação de Estradas Vicinais.

 

Grande produtor de milho e com uma economia baseada no agronegócio, a nova estrada será importante para o município, beneficiando aproximadamente 53 mil pessoas.

 

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Maria Vilhena.