Ministério da Justiça cria grupo de trabalho para implementar aparelho detector de drogas

Aparelho serve para para detecção de substâncias psicoativas em condutores de veículos no trânsito brasileiro; Setor cafeeiro tem crescimento de 12,3% das exportações; Apicultores de Crateús-CE, participam de oficina da Rota do Mel.

audio/mpeg 15-04-19 - E NOTICIA 2 MIN - MIRNA LEDO - MANHA.mp3 — 1997 KB

Duração: 2:07s




Transcrição

O Ministério da Justiça e Segurança Pública está estudando a implementação e utilização de tecnologias de screening para detecção de substâncias psicoativas em condutores de veículos no trânsito brasileiro.

 

O dispositivo funciona de forma parecida com o bafômetro, que identifica a presença de álcool no organismo, e tem o objetivo de prevenir acidentes de trânsito.

 

Usado em países como Estados Unidos, Austrália e Canadá para o combate a entorpecentes e políticas de segurança da coletividade no trânsito, o aparelho é capaz de detectar, em cinco minutos, o uso de substâncias ilícitas como maconha, cocaína e anfetaminas a partir de amostras de saliva de motoristas.

 

O Grupo de Trabalho responsável pelo estudo terá prazo de 12 meses para concluir os trabalhos e elaborar todos os passos de implantação do dispositivo no território nacional. Nesse período, algumas cidades brasileiras devem experimentar um projeto piloto.

Xxxxxxxxxxx

 

O setor cafeeiro apresentou crescimento de 12,3 por cento das exportações em março de 2019. As exportações do produto subiram para mais de 467 milhões de dólares. O preço médio de exportação, porém, teve queda de 19,1%.

 

No total, as exportações do agronegócio, no mês de março, somaram mais de 8 bilhões e 64 milhões de dólares.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Apicultores do município de Crateús, no Ceará, participam nesta segunda-feira, dia 15 da Oficina de Planejamento da Rota do Mel. A realização é do Ministério do Desenvolvimento Regional e o objetivo é estruturar o trabalho dos apicultores da região.

 

O encontro reunirá técnicos de diversas instituições, além de prefeituras, associações, governo estadual, SEBRAE e interessados no tema.

 

A ação faz parte do Programa Rotas da Integração Nacional, que promove o desenvolvimento por meio da geração de emprego e renda.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Mirna Ledo