Brasília sedia Segundo Colóquio Internacional sobre Migração, Saúde e Direitos Humanos

O evento será realizado nos próximos dias 30 e 31, na Universidade de Brasília; Caixa anuncia medidas que desburocratizam e barateiam repasses do Orçamento Geral da União;

audio/mpeg 21-10-19 - É NOTÍCIA EM 2 MIN - MARIA VILHENA - TARDE - 01m43s.mp3 — 1622 KB

Duração: 1m43s




Transcrição

Brasília sedia Segundo Colóquio Internacional sobre Migração, Saúde e Direitos Humanos.

Será nos próximos dias 30 e 31, na Universidade de Brasília.

O evento é aberto ao público e busca promover o aprofundamento teórico do fenômeno da migração e suas relações com a saúde e os direitos humanos.

A atividade contará com a participação de representantes do coletivo francês, estudantes estrangeiros e migrantes venezuelanos.

Eles vão compartilhar a luta pela garantia de Direitos Humanos e contra a violência, discriminação e xenofobia.


----------------------------------------------------------------------

Caixa anuncia medidas que desburocratizam e barateiam repasses do Orçamento Geral da União.

Antes, existiam 187 marcos regulatórios que engessavam as transferências aos Estados, Municípios e Distrito Federal.

Os ajustes tornam mais rápidos os repasses para realização de obras, serviços em infraestrutura e aquisição de equipamentos, sem prejuízos ao controle das operações.

 

---------------------------------------------------------------------

Comissão de Educação aprova 600 milhões de reais para Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

O dinheiro vai garantir 135 mil vagas para os programas de formação de professores da Capes, que é vinculada ao Ministério da Educação.

Os recursos aprovados pela Comissão de Educação da Câmara em emendas ao orçamento também será investido para criar seis mil bolsas de pós-graduação e pesquisa.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Maria Vilhena.