Avião da FAB transporta alimentos e medicamentos para venezuelanos

A partir da fronteira, os medicamentos e alimentos deverão ser transportados por motoristas venezuelanos; Delegação brasileira formada pelo vice-presidente da República, general Hamilton Mourão representará o Brasil em reunião no Grupo de Lima, em Bogotá; MEC libera recursos financeiros para instituições federais de ensino.

audio/mpeg 22-02-19 - E NOTICIA 2 MIN - SUZETTE - MANHA.mp3 — 3752 KB

Duração: 2:00 s




Transcrição

 

Saiu esta manhã, aqui da capital federal, um avião Boeing 767 da Força Aérea Brasileira com quase 23 toneladas de leite em pó e 500 kits de primeiros socorros com destino a Boa Vista.

 

O carregamento será transportado por terra com escolta para Pacaraima, cidade na fronteira do Brasil com a Venezuela, localizada há cerca de 200 quilômetros da capital de Roraima.

 

A partir da fronteira, os medicamentos e alimentos deverão ser transportados por motoristas venezuelanos.

 

A fronteira, no entanto, foi fechada na noite desta quinta-feira pelo presidente Nicolás Maduro.

 

Segundo o porta-voz da presidência da República, Otávio Rêgo Barros, caminhões venezuelanos conduzidos por cidadãos venezuelanos deverão entrar no Brasil, pegar os itens de ajuda humanitária e levá-los ao país.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Delegação brasileira formada pelo vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e integrantes de outras áreas do governo representará o Brasil em reunião do Grupo de Lima marcada para a próxima segunda-feira dia 25 de fevereiro, em Bogotá, capital da Colômbia. A informação foi confirmada nesta quinta-feira dia 21 de fevereiro em mensagem do vice-presidente nas redes sociais e também pelo porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros.

 

No encontro, serão discutidos os reflexos da crise na Venezuela, que fechou sua fronteira com o território brasileiro.

Xxxxxxxxxxxxxxxx

O Ministério da Educação liberou, no último dia 18, o montante de R$ 132 milhões e 710 mil reais em recursos financeiros às instituições federais de ensino vinculadas à pasta. Os recursos serão aplicados na manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon