Ministro da saúde lança Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza

Durante o evento, o ministro apresenta o primeiro balanço da campanha e anuncia a ampliação do público-alvo, como parte da grande mobilização que o Governo Federal está propondo; Dez trabalhadores venezuelanos são resgatados de trabalho escravo na Bahia; Força Nacional de Segurança prorroga atuação em Moçambique; Ministério da Agricultura faz novo zoneamento agrícola de risco climático no Nordeste

audio/mpeg 22-04-19 - E NOTICIA 2 MIN - SUZETTE CALDERON - MANHA.mp3 — 2138 KB

Duração: 2m16s




Transcrição

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lança nesta segunda-feira dia 22, durante a abertura da Semana de Vacinação das Américas em Cuiabá (MT), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A partir dessa data, todos os públicos-prioritários poderão se vacinar.
Durante o evento, o ministro apresenta o primeiro balanço da campanha e anuncia a ampliação do público-alvo, como parte da grande mobilização que o Governo Federal está propondo para melhorar os índices de vacinação em todo o país, no âmbito do Movimento Vacina Brasil.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Dez trabalhadores venezuelanos – nove homens e uma mulher – submetidos à condição análoga à de escravo foram resgatados em uma oficina mecânica na última quinta-feira dia 18, pela fiscalização da Gerência do Trabalho de Ilhéus (BA). O grupo prestava serviços em um galpão de oficina na rodovia BR-415, entre Itabuna e Ibicaraí.
A ação teve participação da Polícia Federal (PF) e da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Foi prorrogada até o dia 7 de maio a atuação da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) em Moçambique.
A medida foi publicada no Diário Oficial da União da última quinta-feira dia 18.
Desde o dia 1º de abril, 20 bombeiros da FNSP atuam na missão humanitária do governo brasileiro. Em março, um desastre causado pelo Ciclone Idai atingiu mais de 1 milhão e 800 mil pessoas em Moçambique.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Um novo modelo de Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para a região Nordeste começará a ser elaborado pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O ponto de partida será a reunião técnica do projeto de pesquisa da Embrapa Avaliação de Riscos e Resiliência Agroclimática (ARRA), na próxima quarta-feira dia 24, na sede da Sudene, em Recife (PE).
 
Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon