Inep divulga cartilha e vídeo com dicas de redação aos participantes do Enem

A Cartilha do Participante tem dicas de como estruturar o texto, explicações sobre a correção e critérios usados na distribuição dos pontos; China deve importar melão do Brasil e habilitar novos frigoríficos; Autoridades das áreas de saúde e jurídicas de todo país estão reunidas nesta sexta-feira (25), em Porto Alegre, para o 2° Seminário Regional de Judicialização da Saúde

audio/mpeg 25-10-19 - É NOTÍCIA EM 2 MINUTOS - MIGUELZINHO MARTINS - 1m39s.mp3 — 1908 KB

Duração: 1m39s




Transcrição

Inep disponibiliza cartilha e vídeo com dicas de redação aos participantes do Enem. 

A Redação no Enem 2019 – Cartilha do Participante tem dicas de como estruturar o texto, explicações sobre a correção e critérios usados na distribuição dos pontos. 

A Cartilha da Redação está disponível no portal do Inep, em formato de arquivo PDF, e em vídeo no YouTube, na Língua Brasileira de Sinais (Libras), para surdos e deficientes auditivos. 

O objetivo é tornar a metodologia de avaliação da redação o mais transparente possível. O material traz exemplos de redações do Enem anterior que obtiveram nota máxima.

-----------------------------------------------------------------

A China deve importar melão produzido no Brasil e habilitar novos frigoríficos brasileiros para fornecerem carne aquele país.

Em compensação, o Brasil vai importar pera chinesa.

Na área agrícola, estão sendo acertados protocolos para exportação de farelo de algodão e de farelo de soja. A China também manifestou interesse no açúcar e no etanol brasileiros.

--------------------------------------------------------------- 

Autoridades das áreas de saúde e jurídicas de todo país estão reunidas nesta sexta-feira (25), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, para o Segundo Seminário Regional de Judicialização da Saúde. 

O evento vai discutir o impacto produzido nos cofres públicos, em decorrência de ações judiciais, envolvendo pedidos de tratamentos, medicamentos e insumos de saúde, no Sistema Único de Saúde.

Estima-se que o impacto financeiro da judicialização da saúde, quando considerados todos os entes, chega a sete bilhões de reais. O seminário é aberto ao público.

  

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Miguelzinho Martins.