Ministério da Educação libera R$1,574 bilhão para instituições federais de ensino

A maior parte dos valores,1 bilhão e 91 milhões de reais, foi repassada às universidades federais e inclui repasses para hospitais universitários; Ministério da saúde faz levantamento para acompanhar gravidez em escolares adolescentes; Governo lança campanha para uso de camisinha no Carnaval.

audio/mpeg 26-02-19 - E NOTICIA 2 MIN - SUZETTE - MANHA.mp3 — 1953 KB

Duração: 2:04s




Transcrição

O Ministério da Educação liberou 1 bilhão e 574 milhões de reais para garantir o funcionamento e autonomia das instituições federais de ensino. Os recursos serão destinados para quase 150 instituições de todo o país e serão aplicados na manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros.

 

A maior parte dos valores,1 bilhão e 91 milhões de reais, foi repassada às universidades federais e inclui repasses para hospitais universitários. Já a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica recebeu 462 milhões e 79 mil reais. O restante, 19 milhões e 79 mil reais, foi repassado ao Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), ao Instituto Benjamin Constant (IBC) e à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

O Ministério da Saúde faz um levantamento inédito para acompanhar gravidez em escolares adolescentes. A pasta realiza até o dia 15 de abril, um questionário sobre a quantidade de casos de gravidez nas jovens, com idades entre 10 e 19 anos, que estudam em escolas públicas e privadas de todo o país. O levantamento está disponível juntamente com o EducaCenso 2019, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Foi lançada na última sexta-feira, dia 22 de fevereiro, pelo governo federal, a campanha sobre a importância e conscientização do uso de preservativos durante o Carnaval . Com o slogan “pare, pense e use camisinha”, a ação foi apresentada pelo Ministério da Saúde em Salvador (BA) e tem como prioridade os homens com idade entre 15 e 39 anos, grupo mais afetado pelo vírus HIV.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon