Caixa começa a pagar PIS para quem trabalhou entre 1971 e 1988

Quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 e tem pelo menos 60 anos começa a receber nesta segunda-feira ; Tereza Cristina participa do 4º evento Diálogo Brasil-Japão, na sede da Fiesp, e do encontro na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira; Juízes de todo o país já podem contar com um serviço de consultoria técnica à distância na área de saúde.

audio/mpeg 26-08-19 - E NOTICIA EM 2 MINUTOS - MANHA - DILSON.mp3 — 4363 KB

Duração: 1:51s




Transcrição

 

Quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 e tem pelo menos 60 anos começa a receber nesta segunda-feira dia (26) as cotas do Programa de Integração Social (PIS). Os interessados devem procurar a Caixa Econômica Federal para fazer o saque.

 

O saque de até R$ 3 mil poderá ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento, utilizando o cartão Cidadão, com senha. Outra opção é nas agências da Caixa. Acima de R$ 3 mil, somente nas agências da Caixa.

 

Para saber se tem direito às cotas do fundo, o correntista deve consultar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis.

……………………………......

 

A ministra Tereza Cristina da Agricultura, Pecuária e Abastecimento participa nesta segunda-feira, dia 26, em São Paulo, do 4º evento Diálogo Brasil-Japão, na sede da Fiesp, e do encontro na Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

 

Na ocasião, a ministra fará palestra com o tema “A importância dos países árabes na agricultura brasileira”. Após a palestra , Tereza Cristina voltará à Fiesp para a reunião bilateral Brasil-Japão.

………………………………….

Juízes de todo o país já podem contar com um serviço de consultoria técnica à distância para auxiliá-los em ações relacionadas à saúde que aleguem urgência para decisão liminar (tutela antecipada).

 

Uma equipe de médicos estará disponível em tempo integral, sete dias por semana, para dar suporte nesse tipo de ação, que requer decisões mais urgentes por alegarem risco de morte.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília,Dilson Santa Fé