Inadimplência das famílias fica estável, Acre e Rondônia serão considerados áreas livres da febre aftosa sem vacinação

audio/mpeg 27-09-18 - É NOTÍCIA EM 2 MIN - LUCIANO - TARDE.mp3 — 4585 KB

Duração: 1m53s




Transcrição

A inadimplência das famílias ficou estável nos últimos quatro meses, mantendo o menor nível histórico registrado pelo Banco Central.

Em agosto, a inadimplência permaneceu em 5%, a menor taxa da série histórica iniciada em março de 2011. Essa taxa considera atrasos acima de 90 dias.

A taxa média para pessoas físicas e empresas - de 4,2% em agosto - também é a menor da série histórica.
Segundo os técnicos do Banco Central , a inadimplência “em valores muito baixos” deve-se à retomada gradual da atividade econômica.

xxxx

Os estados do Acre e Rondônia serão considerados áreas livres da febre aftosa sem vacinação.

A última campanha de vacinação contra a doença será realizada em 2019.

O Paraná pleiteia a retirada da vacinação no primeiro semestre do ano que vem. A decisão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento deve sair em outubro.

Atualmente, apenas Santa Catarina é livre da doença sem vacinação.

 

xxxxx

Mais de um milhão de reais serão destinados para levar água para os povos e comunidades tradicionais, em Goiás.

As comunidades do território do quilombo Kalunga, nos municípios de Monte Alegre, Teresina e Cavalcante, vão ser beneficiadas com a instalação de cisternas.



Os recursos fazem parte do Programa Nacional de Apoio à Captação de Água de Chuva e Outras Tecnologias Sociais.