Moro participa de comemoração do Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

A cerimônia contará com a assinatura de Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Ministério Público do Trabalho; Ministério da Educação prorroga para 10 de outubro prazo para renegociação de dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies); Será realizado no Paraná, de 11 a 17 de agosto, treinamento simulado em emergência para atendimento a um foco de febre aftosa.

audio/mpeg 30-07-19 - É NOTICIA 2 MIN - AMERICA MELO - MANHA.mp3 — 1979 KB

Duração: 2:06s




Transcrição

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participa nesta terça-feira dia (30), da cerimônia de comemoração do “Dia Mundial e Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas”, que contará com a assinatura de Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Ministério Público do Trabalho, bem como a retrospectiva das ações desenvolvidos no âmbito do Projeto GLO. ACT (Ação Global para Prevenir e Combater o Tráfico de Pessoas e o Contrabando de Migrantes).

…………………………….

 

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou, para o dia 10 de outubro, o prazo para renegociação de dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A portaria que prevê a ampliação a renegociação foi publicada hoje (30) no Diário Oficial da União.

 

Para pedir a renegociação, os estudantes precisam ter firmado o contrato com o Fies até o segundo semestre de 2017; estar com as parcelas atrasadas em, no mínimo, 90 dias; e ter contratos em fase de amortização.

De acordo com o Ministério da Educação, mais de 500 mil alunos estão com os contratos de financiamento na fase de amortização e com atraso no pagamento das prestações. O saldo devedor total alcança o valor de R$ 11,2 bilhões.

……………………………………………….

 

Para garantir a resposta rápida e o atendimento ágil a possíveis focos de febre aftosa, será realizado no Paraná, de 11 a 17 de agosto, o treinamento simulado em emergência para o atendimento a um foco de febre aftosa.

 

Além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), irão participar todos os envolvidos com a sanidade agropecuária do Brasil, incluindo produtores, representantes dos Serviços Veterinários Estaduais e da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, América Melo