Belo Horizonte e Fortaleza recebem título de cidades criativas da Unesco

A culinária mineira e o design cearense foram reconhecidos pela entidade, que trabalha em prol de práticas sustentáveis; Quase metade dos participantes faz Enem pela primeira vez em 2019; Instrução Normativa do Mapa - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, permite o pagamento de até duas parcelas do seguro-defeso.

audio/mpeg 31-10-19 - É NOTICIA EM 2 MIN - MARIA VILHENA - TARDE - 2m07s.mp3 — 2344 KB

Duração: 2m07s




Transcrição

Belo Horizonte e Fortaleza recebem título de cidades criativas da Unesco.

A culinária mineira e o design cearense foram reconhecidos pela entidade, que trabalha em prol de práticas sustentáveis.

Ao conquistar o título, as cidades têm a oportunidade de participar de projetos estratégicos em âmbito internacional e fomentar a indústria criativa local de forma sustentável e inclusiva.

O título dará desenvolvimento turístico, econômico, cultural e social a estas localidades e é um instrumento que afeta diretamente a qualidade de vida das cidades, criando soluções criativas de melhorias locais.

--------------------------------------------

Quase metade dos participantes faz Enem pela primeira vez em 2019.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, que será realizado nos próximos dois domingos, 3 e 10 de novembro, é a principal porta de entrada para o ensino superior no país.

E dos cinco milhões e 100 mil participantes desta edição, dois milhões e 400 mil farão o Enem pela primeira vez, o que representa 47% dos inscritos.

O número representa uma tendência que passou a ser registrada a partir de 2018, quando 33% dos participantes, nunca havia participado do Enem.

Atenção: a única caneta aceita para preencher o Cartão-Resposta é a esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Nenhum outro tipo será permitido.

--------------------------------------------

Uma Instrução Normativa do Mapa - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, permite o pagamento de até duas parcelas do seguro-defeso.

Têm direito ao benefício, pescadores de áreas atingidas pelo vazamento de óleo no Nordeste.

É que está proibida a pesca da lagosta e do camarão em áreas do Nordeste afetadas pelo vazamento de óleo.

Para receber o benefício, os trabalhadores precisam estar regularmente inscritos no Registro Geral da Atividade Pesqueira. A parcela será depositada diretamente na conta em que os beneficiados já recebem o seguro-defeso.

Mais informações, acesse agricultura.gov.br

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Maia Vilhena.