Divulgação de Fake news prejudica vacinação contra doenças no Brasil

Boatos e notícias falsas prejudicam campanhas de vacinação

audio/mpeg 01-10-18 - ROSAMELIA DE ABREU - FAKE NEWS - VAL - 05-10.mp3 — 1649 KB

Duração: 1m10s




Transcrição

Boatos e notícias falsas prejudicam campanhas de vacinação. Segundo o ministério da Saúde, desde 2016, o compartilhamento de fake news cresceu e tornou-se um dos fatores que fez cair a cobertura vacinal no Brasil.


Ao mesmo tempo que aproximam as pessoas, aplicativos de troca de mensagens e redes sociais fazem parte do cenário que impede a população de se proteger de doenças como febre amarela, gripe e sarampo.


Com o intuito de reforçar o combate às notícias falsas, o governo federal lançou uma campanha digital para combater boatos e mentiras sobre vacinação.


Na ação, imagens e vídeos trazem exemplos de mentiras que circulam na internet e convidam o cidadão a refletir sobre o conteúdo que compartilha nas redes.


O ministério da Saúde quer mostrar que nem tudo que chega para as pessoas é verdade, especialmente quando falamos de saúde pública.