Rota da Fruticultura para a região Centro-Oeste será ampliada

Programa Rotas de Integração Nacional atua com redes interligadas de arranjos produtivos locais, que promovem a inovação, a competitividade e a lucratividade de empreendimentos associados

audio/mpeg 03-12-19 - DILSON - FRUTICULTURA.mp3 — 1223 KB

Duração: 1m18s




Transcrição

A Rota da Fruticultura para a região Centro-Oeste será ampliada.

 

O ministério do Desenvolvimento Regional anunciou que vai instalar, em março de 2020, um polo do projeto na Ride, a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal.

 

 

A iniciativa vai englobar os 33 municípios goianos e mineiros próximos à Brasília.

 

 

Esta será a terceira Rota de Integração Nacional a ser ativada na área do entorno da capital.

 

 

Já estão em atuação o Polo Cerrado Circular, da Rota da Economia Circular; e o Polo Cerrado Digital, da Rota da Tecnologia da Informação e Comunicação.

 

 

O Programa Rotas de Integração Nacional atua com redes interligadas de arranjos produtivos locais, que promovem a inovação, a competitividade e a lucratividade de empreendimentos associados.

 

 

O objetivo é traçar estratégias para o desenvolvimento das regiões, seguindo as diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Regional.

 

 

O Polo da Fruticultura Alagoana foi o primeiro a ser instalado no país, em abril deste ano. O polo integra os 102 municípios do estado de Alagoas.

 

 

E o programa instalou também o Polo do Cariri e do Centro-Sul Cearense, que abrange 27 cidades do Ceará e uma de Pernambuco.