OMC quer ajudar a tornar exportações brasileiras mais diversificadas e dinâmicas

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio , Roberto Azevêdo, disse que o momento é de transição, não apenas formal, mas também de conceitos.

audio/mpeg 04-01-19 - SUZETE CALDERON - OMC EXPORTACOES.mp3 — 780 KB

Duração: 0:49s




Transcrição

A Organização Mundial do Comércio (OMC) vai ajudar a tornar as exportações brasileiras mais diversificadas e dinâmicas. A informação é do diretor-geral da entidade, Roberto Azevêdo, que classificou a conversa com o presidente da República Jair Bolsonaro como muito boa. Para ele, o momento é de transição, não apenas formal, mas também de conceitos.

De acordo com Azevêdo, esse é o projeto do presidente Bolsonaro, do ministro Paulo Guedes , da conomia, e do ministro Ernesto Araújo das Relações Exteriores, de como viabilizar o aumento da competitividade brasileira para fazer com o que Brasil diversifique ainda mais a pauta exportadora e a sua inserção no mundo.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon