Refugiados já podem cursar graduação em Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Edital de seleção para o 1º semestre de 2019 é destinado a candidatos que comprovem a situação de refugiado, por meio de atestado emitido pelo Conare, o Comitê Nacional para os Refugiados e que tenham concluído o Ensino Médio.

audio/mpeg 06-12-18 - SERGIO VIEIRA - REFUGIADOS.mp3 — 832 KB

Duração: 0:53s




Transcrição

Refugiados poderão cursar graduação na Universidade Federal do Triângulo Mineiro. 
 
O edital de seleção para o 1º semestre de 2019 é destinado a candidatos que comprovem a situação de refugiado, por meio de atestado emitido pelo Conare, o Comitê Nacional para os Refugiados, e que já tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente.


Serão oferecidas 23 vagas. 

Os interessados em participar do processo devem seguir as normas, orientações, e pré-requisitos estabelecidos no Edital e se inscrever pela internet no período de 7 a 30 de janeiro de 2019.


O Edital e outras informações estão disponíveis no site www.uftm.edu.br

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon