Brasil recebe o título de campeão no combate a malária nas américas

A premiação é concedida pela Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde. A Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde recebeu o título “Campeões Contra a Malária nas Américas”

audio/mpeg 08-11-18 - É NOTÍCIA - SERGIO VIEIRA - COMBATE EFETIIVO À MALÁRIA.mp3 — 1559 KB

Duração: 1m06s




Transcrição

O combate efetivo à malária em áreas indígenas rendeu à Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, em 2018, o título “Campeões Contra a Malária nas Américas”.

 

A premiação é concedida pela Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde. A cerimônia de entrega ocorreu nesta terça-feira, dia 6, Dia da Malária nas Américas, em Washington, nos Estados Unidos. 

 

Em 2017, o Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Solimões, um dos 25 localizados na Região da Amazônia, alcançou seu melhor resultado no combate à malária em área indígena.

 

 

Entre os mais de 68 mil indígenas, distribuídos em 233 aldeias, houve apenas 485 notificações registradas da doença.