BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA - BPC

Cerca de um milhão e 700 mil idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) precisam se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais até dezembro deste ano.

audio/mpeg 09-07-18 - E NOTICIA - ROSAMELIA - BPC.mp3 — 1386 KB

Duração: 1'28"




Transcrição

Cerca de um milhão e 700 mil idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) precisam se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais até dezembro deste ano.

 

O cadastro atende a uma portaria publicada em 2016, que tem o objetivo de garantir às famílias o acesso a outros 20 programas sociais como Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica e o Bolsa Família. No total, 2 milhões e 800 mil beneficiários já registraram as informações .

 

Quem ainda não fez o cadastro, basta comparecer ao à prefeitura ou ao Centro de Referência de Assistência Social - CRAS, do seu município.

 

A Lei Orgânica da Assistência Social (Loas) estabelece que o benefício seja revisto a cada dois anos, mas a revisão não era feita pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) desde 2008.

 

Atualmente, 4 milhões e 500 mil pessoas recebem o BPC, ao custo anual de R$ 39 bilhões e 600 milhões de reais.