Pedido para emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia é feito pela internet

O pedido é feito pelo site da ANVISA

audio/mpeg 09-11-18 - ROSAMELIA - VACINACAO - VAL 20-11.mp3 — 1349 KB

Duração: 1m26s




Transcrição

Para tornar mais rápida a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia , a ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, lançou a a plataforma Civnet, que permite o preenchimento do cadastro por smartphones e tablets.







Com a ferramenta, o viajante poderá anexar documentos diretamente no sistema.




Depois de tomar a vacina exigida pelo país de destino em um posto de saúde, o turista pode iniciar o processo para emitir o certificado, inscrevendo-se na nova plataforma. Com um documento de identidade, o cartão de vacina e uma foto 3x4 em mãos, o próximo passo é comparecer a uma unidade da Anvisa para assinar e retirar o documento.




Para as pessoas que já estavam inscritas e fizeram o pedido do documento, nada muda: a emissão do certificado ainda será feita na data e local especificados.




Exigido por 135 países, o CIVP comprova a imunização contra doenças, sobretudo a febre amarela, e permite a entrada do viajante no destino escolhido.




Outras informações estão disponíveis no site anvisa.gov.br