Presos vão fazer cadastramento biométrico e ter acesso a documentos

O objetivo é garantir documentos como certidão de nascimento ou carteira de trabalho.

audio/mpeg 10-10-18 - ROSAMELIA DE ABREU -DIREITOS HUMANOS - VAL 12-100.mp3 — 984 KB

Duração: 1m02s




Transcrição

O Ministério dos Direitos Humanos, o Conselho Nacional de Justiça e o Conselho Nacional do Ministério Público formalizaram parceria nesta terça-feira (09). O objetivo de garantir a implementação dos direitos humanos no Brasil, principalmente os que se referem aos processos de execução penal e ao cadastramento biométrico de todos os presos do país.


Os órgãos vão trabalhar juntos para emitir documentos aos detentos, uma vez que alguns não têm nem certidão de nascimento ou carteira de trabalho para se recolocar no mercado após cumprir pena.

Outro acordo firmado entre o Ministério de Direitos Humanos e os órgãos refere-se à adoção tardia de pessoas com deficiência, a
violência contra crianças e combate à tortura.