MME QUER INVESTIGAÇÃO SOBRE FISCALIZAÇÃO DE BARRAGEM

A intenção é evitar danos às pessoas, ao meio ambiente e ao patrimônio, e, também, superar o clima de insegurança que se instaurou entre a população, sobre as barragens de rejeitos de minérios.

audio/mpeg 12-02-19 - MARA KENUPP - FISCALIZAÇÃO DE BARRAGENS - VAL 18-03.mp3 — 965 KB

Duração: 1m01s




Transcrição

O Ministério de Minas e Energia determinou a abertura de investigação para apurar como é feito o controle e a fiscalização das barragens.

A intenção é evitar danos às pessoas, ao meio ambiente e ao patrimônio, e, também, superar o clima de insegurança que se instaurou entre a população, sobre as barragens de rejeitos de minérios.

Sobre o desastre, do dia 25 de janeiro, da Barragem da Mina Córrego Feijão, no município de Brumadinho/MG, o Ministério de Minas e Energia não afasta a possibilidade de ter havido falha no sistema do controle e fiscalização de risco de barragens, inclusive para fins de emissão da declaração de Condição de Estabilidade, por parte do empreendedor, e por causas ainda desconhecidas.

A investigação ficará sob a responsabilidade da Agência Nacional de Mineração, que deverá apresentar as primeiras conclusões no prazo de 30 dias.