FUNDOS CONSTITUCIONAIS

Mudanças na gestão dos Fundos Constitucionais de Financiamento estão fazendo com que regiões brasileiras que mais demandam investimentos sejam contempladas com obras de infraestrutura e atividades de fomento à economia.

audio/mpeg 12-06-18 - ROSAMÉLIA DE ABREU - FUNDOS -VAL - 15-06.mp3 — 1541 KB

Duração: 1'39"




Transcrição

Mudanças na gestão dos Fundos Constitucionais de Financiamento estão fazendo com que regiões brasileiras que mais demandam investimentos sejam contempladas com obras de infraestrutura e atividades de fomento à economia.

 

Nos últimos três anos, o Governo Federal destinou R$ 43 bilhões a localidades de média e baixa renda em 22 estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, consideradas prioritárias de acordo com a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

 

Este valor corresponde a 66% dos investimentos dos Fundos no período, comparado ao que foi destinado a regiões de alta renda.

 

A melhoria na distribuição dos recursos deverá ser ainda mais efetiva a partir deste ano, efeito da mudança nas classificações de mais de cinco mil municípios do País com o objetivo de melhorar as políticas públicas e reduzir desigualdades sociais.

 

Administrados pelo Ministério da Integração Nacional, os fundos englobam o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO).

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Ra