SAFRA GRÃOS

A segunda maior colheita de grãos do Brasil prevê uma produção de 229 milhões e 700 mil toneladas, de acordo com o 9º Levantamento da Safra de Grãos 2017/2018, divulgado nesta terça-feira (12), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

audio/mpeg 12-06-18 - ROSAMÉLIA DE ABREU - SAFRA -VAL - 15-06.mp3 — 3930 KB

Duração: 2'05"




Transcrição

A segunda maior colheita de grãos do Brasil prevê uma produção de 229 milhões e 700 mil toneladas, de acordo com o 9º Levantamento da Safra de Grãos 2017/2018, divulgado nesta terça-feira (12), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

 

A área plantada também manteve o destaque de maior da série histórica, representada por um cultivo que se estende por 61 milhões e 600 mil de hectares, aumento é de 1,1% ou 693,2 mil ha em relação à safra passada.

 

Apesar da queda de 3,4% em comparação à safra passada, quando alcançou 237milhões e 700 mil toneladas, este número ainda está acima da média de produção nacional, levando-se em conta um período de condições atmosféricas normais.

 

Com referência ao último levantamento, a estimativa total da safra mostra uma diminuição de dois milhões e novecentas mil toneladas. Este fato deve-se aos impactos climáticos no milho segunda safra, mas conta com a ajuda das boas produtividades alcançadas pela soja e o milho primeira safra que já tem a colheita perto do fim.

 

Na ordem de aumento da produção, vem o algodão em pluma, com um volume de 1 milhão e 900 mil toneladas, com registro de 28,1% a mais que a safra anterior. O feijão segunda safra também mostra bom desempenho, com um aumento de 10,9% e colheita de 1 milhão e trezentas mil de toneladas.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, RA