Venda de produtos agrícolas e animais de fazendas apreendidas em processos criminais será mais rápida

Medida é resultado de um acordo de cooperação técnica firmado entre a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas e a Conab

audio/mpeg 14-01-20 - DILSON SANTA FE - FAZENDAS CRIME ORGANIZADO.mp3 — 2978 KB

Duração: 1M16S




Transcrição

A venda de produtos agrícolas e animais de fazendas apreendidas em processos judiciais criminais e que tenham obtido alienação antecipada por determinação judicial será agilizada.

 

A medida é resultado de um acordo de cooperação técnica firmado entre a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas e a Companhia Nacional de Abastecimento – Conab.

 

A decisão é um avanço para arrecadação de recursos para o Fundo Nacional Antidrogas, gerando valores para serem investidos em políticas de prevenção e combate às drogas no Brasil.

 

Em 2019, o Fundo arrecadou R$ 91 milhões 737 mil reais, mais que o dobro da arrecadação de 2018, que foi de R$ 44 milhões 626 mil reais.

 

O acordo vai viabilizar a venda de animais e produtos agrícolas que permaneciam em situação de vulnerabilidade após a apreensão de fazendas de traficantes, nas quais eram mortos, furtados e a safra perdida.

 

Em casos de cargas apreendidas, utilizadas para camuflar o transporte de drogas, será possível o rápido aproveitamento dos produtos perecíveis como aves, frutas, verduras e grãos, vendidos pelo Sistema de Comercialização Eletrônica da Conab.