Ministério da Justiça cria grupo de trabalho para implantar aparelho que detecta uso de drogas em motoristas

O dispositivo funciona de forma parecida com o bafômetro, que identifica a presença de álcool no organismo, e tem o objetivo de prevenir acidentes de trânsito.

audio/mpeg 15-04-19 - MIRNA LEDO - DROGAS-MOTORISTA - VAL 21-04.mp3 — 1446 KB

Duração: 1:01s




Transcrição

O Ministério da Justiça e Segurança Pública está estudando a implementação e utilização de tecnologias de screening para detecção de substâncias psicoativas em condutores de veículos no trânsito brasileiro.

 

O dispositivo funciona de forma parecida com o bafômetro, que identifica a presença de álcool no organismo, e tem o objetivo de prevenir acidentes de trânsito. Usado em países como Estados Unidos, Austrália e Canadá para o combate a entorpecentes e políticas de segurança da coletividade no trânsito, o aparelho é capaz de detectar, em cinco minutos, o uso de substâncias ilícitas como maconha, cocaína e anfetaminas a partir de amostras de saliva de motoristas.

 

O Grupo de Trabalho responsável pelo estudo terá prazo de 12 meses para concluir os trabalhos e elaborar todos os passos de implantação do dispositivo no território nacional. Nesse período, algumas cidades brasileiras devem experimentar um projeto piloto.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Mirna Ledo