Defesa do Consumidor

A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica retomaram a cooperação técnica entre os órgãos. O objetivo dos dois órgãos é promover a atuação integrada entre seus membros, além de realizar a troca de informações e promover ações conjuntas que garantam a efetiva proteção do consumidor e o fortalecimento da concorrência. A ideia é estimular a prevenção e a repressão às infrações contra a ordem econômica a partir dos princípios constitucionais de liberdade de iniciativa, livre concorrência, função social da propriedade, defesa dos consumidores e repressão ao abuso do poder econômico. No passado, a defesa do consumidor e as questões de concorrência eram atribuições do mesmo órgão, a Secretaria de Direito Econômico. Em 2012, foram criados o CADE e a Senacon. No mesmo ano, foi assinado um acordo de cooperação entre ambos. Porém, esse acordo perdeu sua validade em 2014 e não foi renovado. Para a secretária Nacional do Consumidor substituta, Ana Carolina Caram, um dos benefícios do novo acordo é o encaminhamento de informações por parte do CADE que subsidiem ações dos Procons e dos demais órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor.

audio/mpeg 15-05-18 - É NOTÍCIA - SERGIO VIEIRA - PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR.mp3 — 1649 KB

Duração: 1'45"