Embrapa desenvolve pesquisa de biofertilizantes a partir de algas marinhas

O objetivo é atuar na produção em larga escala de extrato de algas no país, reduzindo a dependência de importação.

audio/mpeg 15-05-19 - SUZETTE CALDERON - EMBRAPA BIOFERTIZANTES - VAL 16.-05.mp3 — 1260 KB

Duração: 1:20s




Transcrição

Em parceria com a empresa Dimiagro, a Embrapa Agroenergia de Brasília, a Embrapii (Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial)e o Sebrae promovem o desenvolvimento de uma pesquisa iniciada no ano passado de biofertilizantes a partir de macroalgas da costa brasileira. Em vídeo produzido pela Embrapa, é possível ver na prática como funciona a aplicação do produto.

 

 

Quando o trator vem aplicando o biofertilizante na lavoura, já se sabe que aumentará a sua produtividade em torno de 10% a 15%, afirma o diretor comercial da Dimiagro, Gregori Vieira.

 

De acordo com Vieira a grande vantagem para o investimento nessa tecnologia é a redução de custos da importação do extrato de algas oriundas de países com baixas temperaturas, como o Canadá e do bloco europeu.

 

Segundo o diretor, o objetivo é atuar na produção em larga escala de extrato de algas no país, reduzindo a dependência de importação. Uma das vantagens ainda é que pode ser desenvolvida em ambientes próprios próximos aos locais onde será aplicada, preservando a alga que nasce naturalmente na costa.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon