Participação em práticas integrativas no tratamento de saúde no país cresce 36%

Nas atividades como yoga e tai chi chuan, o crescimento foi de 46%, passando de 216 mil para 315 mil, entre 2017 e 2018.

audio/mpeg 18-03-19 - MARA KENUP - PRATICAS INTEGRATIVAS-SUS - VAL 20-03.mp3 — 1053 KB

Duração: 1m07s




Transcrição

O uso das práticas integrativas no Sistema Único de Saúde, o SUS, cresce a cada ano. As práticas servem como complemento para tratamentos de saúde.

Nas atividades como yoga e tai chi chuan, o crescimento foi de 46%, passando de 216 mil para 315 mil, entre 2017 e 2018.

Por causa disso, o Ministério da Saúde, a partir da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, passou a ofertar um rol de 29 práticas integrativas. São atividades que podem ser feitas individual ou coletivamente.

O reflexo do aumento na participação das atividades também pode ser visto no quantitativo geral: entre 2017 e 2018, o número de participantes nessas atividades cresceu 36% -  de 4,9 milhões de pessoas passou para 6,6 milhões, em todo o país.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Mara Kenupp.