Proposta da Nova Previdências prevê equilíbrio das contas públicas

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, destacou que a proposta da Nova Previdência prevê um sistema mais justo, “quem tem mais, contribui com mais, quem tem menos, contribui com menos”

audio/mpeg 18-03-19 - MARA KENUP - SECRETARIO TRABALHO X NOVA PREVIDENCIA - VAL 20-03.mp3 — 946 KB

Duração: 1m




Transcrição

O secretário especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, Rogério Marinho, destacou que a proposta da Nova Previdência prevê um sistema mais justo, “quem tem mais, contribui com mais, quem tem menos, contribui com menos”, disse Rogério Marinho, ao participar de seminário sobre a Nova Economia Liberal, na Fundação Getúlio Vargas, no RJ.

Rogério Marinho destacou também,  a importância da Nova Previdência para o equilíbrio das contas públicas. Informou que o Brasil tem 30 milhões de aposentados e que o país investe, hoje, 64% em Previdência e Assistência.

Marinho disse que, o governo federal defende o sistema de capitalização como modelo de Previdência para o futuro. O desenho desse novo sistema ainda vai ser proposto pelo governo, após a votação da Nova Previdência.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Mara Kenupp