Caminhoneiros descartam paralisação após reunião com ministro da Infraestrutura

Durante a reunião, que durou quase cinco horas, o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, prometeu reajustar a planilha da tabela do piso mínimo de frete, umas das principais reivindicações dos caminhoneiros.

audio/mpeg 23-04-19 - SUZETTE CALDERON - CAMINHONEIROS - VAL 24-04.mp3 — 1109 KB

Duração: 1:10s




Transcrição

Representantes dos caminhoneiros disseram nesta segunda-feira dia 22, após uma reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que não haverá paralisação da categoria na próxima segunda-feira dia 29.

Durante a reunião, que durou quase cinco horas, o ministro prometeu reajustar a planilha da tabela do piso mínimo de frete, umas das principais reivindicações dos caminhoneiros.

O ministro disse ainda que vai intensificar a fiscalização do cumprimento da tabela de frete mínimo, com a participação dos caminhoneiros, e atrelar o reajuste da tabela ao preço do diesel.

A reunião com o ministro reuniu cerca de 30 representantes de 11 entidades de classe, além de um grupo de caminhoneiros autônomos.

A proposta apresentada pelo ministério prevê que os próprios caminhoneiros vão ajudar a realizar a fiscalização da tabele de frete.

Ainda esta semana, o ministro e o presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), Diumar Bueno deverão assinar um termo formalizando o procedimento.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon