SÉRGIO MORO DEFENDE PERMANÊNCIA DO COAF NO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA

O Coaf, conselho que se dedica a identificar movimentações financeiras suspeitas para combater lavagem de dinheiro e terrorismo, pode desenvolver melhor suas atividades se vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. A afirmação foi feita hoje pelo titular da pasta, ministro Sérgio Moro, na Câmara dos Deputados. O conselho fazia parte da estrutura do antigo Ministério da Fazenda. No início ano, o presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória transferindo o conselho para o Ministério da Justiça. Na Câmara, Moro também falou sobre o projeto anticrime, que está em análise no Congresso Nacional.

audio/mpeg 08-05-19 - GLAUCO DE QUEIROZ - PORTE DE ARMAS.mp3 — 5810 KB