Mais de 98% do rebanho foi imunizado contra aftosa na primeira etapa da vacinação

A primeira etapa da campanha de vacinação deste ano contra a febre aftosa, realizada em maio, imunizou 197,87 milhões de animais no país, atingindo cobertura vacinal de 98,33% do rebanho de bovinos e bubalinos. Nesta fase, o número de animais envolvidos era de 201,2 milhões. Os números foram publicados nesta sexta-feira (31), pela Divisão de Febre Aftosa e outras Doenças Vesiculares (Difa) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O chefe da Divisão, Diego Viali dos Santos, explicou que desde o encerramento da etapa de maio que o Mapa e os serviços veterinários oficiais intensificaram a busca pelos produtores inadimplentes que ainda não vacinaram seus rebanhos, para aumentar a cobertura vacinal. Segundo ele, o resultado é o mesmo do ano passado. A previsão é que na segunda etapa da campanha de vacinação que na maioria dos Estados começará em 1º de novembro, a imunização envolva 100 milhões de animais da faixa etária de até 24 meses. Em maio, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) declarou oficialmente o Brasil como País Livre da Febre aftosa com vacinação. O estado de Santa Catarina tem o status de livre da doença sem vacinação. Depois do reconhecimento do país pela OIE, o próximo passo é ampliar a zona livre de febre aftosa sem vacinação, até maio de 2023, conforme prevê o Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA).

audio/mpeg 03-09-18 - MOMENTO AGRO - 2M12S - FINALIZADO - Resultado vacinação.mp3 — 4135 KB

Duração: 2'12"