Ministro da Agricultura afirma que Pará não precisará de novas áreas para ser um grande produtor agropecuário

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, em visita à capital paraense, assinou na segunda-feira (4), em conjunto com o Governador Simão Jatene, a Instrução Normativa que reconhece Zonas de Proteção do Pará como livres de febre aftosa, com vacinação. A partir do reconhecimento pelo Mapa dos estados do Pará, Amazonas e Amapá, todo o Brasil evolui para o status de livre de febre aftosa, com vacinação. Santa Catarina é o único Estado livre de febre aftosa, sem vacinação, desde 2007. A previsão é que se obtenha o reconhecimento internacional da nova condição sanitária pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) em maio de 2018. O ministro reiterou convicção sobre o futuro promissor da agropecuária paraense. Blairo Maggi enfatizou ao governador Simão Jatene a mudança significativa da opinião pública brasileira com relação ao produtor rural. Ao discursar, o governador Jatene concordou com as palavras de Blairo Maggi. Ainda em Belém, o ministro participou da cerimônia de abertura do V Encontro Nacional de Defesa de Sanidade Animal (Endesa 2017), promovido pelo Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa.

audio/mpeg 06-12-17 - MMENTO AGRO - 3M16S.mp3 — 3066 KB

Duração: 3min16seg