Exportações do agro devem atingir US$ 100 bilhões

Durante a posse do novo presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (10), o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, disse que o agronegócio deverá encerrar o ano com exportações de US$ 100 bilhões. De acordo com o ministro, o resultado vinha sendo perseguido. O presidente Michel Temer ressaltou a importância do setor do agronegócio para a economia brasileira, lembrando de ter contribuído “em grande parte” para a recuperação do PIB (Produto Interno Bruto) do país, que, em maio de 2016, estava em -5,9, passou a 1% de crescimento no ano seguinte e deverá encerrar 2018 com algo em torno de 1,4%. O secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki, presidente do Conselho da Embrapa, também destacou a importância do agro para economia, representando cerca de um quarto do PIB e quase 50% das exportações. A posse do novo presidente da empresa de pesquisa, vinculada ao Mapa, é a primeira estatal a seguir o processo seletivo previsto na Lei 13.303/2016, que passou a exigir qualificação técnica de candidatos à diretoria e maior transparência no processo seletivo. Sebastião Barbosa que substitui Maurício Lopes é pesquisador aposentado, engenheiro agrônomo, especialista em Entomologia (estudo dos insetos), contratado pela Embrapa em 1976, onde atuou em programas de controle e erradicação de pragas, e trabalhou como coordenador de cooperação internacional da Embrapa. Barbosa disse que a Embrapa precisará ser criativa para buscar recursos suplementares e complementares na iniciativa privada e em instituições internacionais. Sebastião Barbosa também trabalhou por 17 anos na Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura (FAO), no Serviço de Proteção de Plantas, em Roma, Itália; e no escritório para a América Latina e o Caribe, em Santiago, Chile.

audio/mpeg 11-10-2018 MOMENTO AGRO -FINALIZADO 03M11s.mp3 — 2980 KB

Duração: 04'33"