Comitê Gestor do Selo Agro+ aprova premiação para 10 empresas do Agronegócio

O Comitê Gestor do Selo Agro+ Integridade 2018 homologou 10 empresas premiadas, que assinarão o Pacto pela integridade, ética e sustentabilidade e de uso adequado do Selo, durante o ano de uso da marca, nos seus produtos, sites comerciais, propagandas e publicações. A decisão ocorreu em reunião realizada no último dia 18. Mais de mil empresas participaram da primeira etapa de seleção e apenas 23 conseguiram apresentar toda a documentação exigida pelas normas do Selo Agro+ Integridade. O prêmio foi instituído pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no ano passado. As inscrições para obter o Selo foram abertas em 1º de fevereiro e encerradas em 29 de junho deste ano. O secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, destacou a importância do programa. O Selo Agro + Integridade é um prêmio de reconhecimento às empresas que adotam práticas de governança e gestão, capazes de minimizar riscos de ocorrência de desvios de conduta e de fazer cumprir a legislação, em especial a Lei Anticorrupção (Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013). O coordenador do Comitê de Integridade do Mapa, Claudio Torquato, disse que o objetivo do selo é o fomento a prática de integridade pelas empresas do agronegócio. O Mapa foi o primeiro ministério do setor produtivo a implementar um programa alinhado ao Programa de Fomento à Integridade do Governo Federal (Profip) da Controladoria Geral da União (CGU), com ações dedicadas ao fomento de ações de integridade às empresas do agronegócio. A cerimônia de premiação, que contará com a presença do ministro Blairo Maggi, será no próximo dia 27 (terça-feira), às 10h30, no auditório do Ministério da Agricultura, em Brasília.

audio/mpeg 19-11-18 - MOMENTO AGRO - 3M05S - FINALIZADO - Selo Agro+.mp3 — 5815 KB

Duração: 3'05"