Ministro adverte para riscos ao investir durante evento sobre insolvência empresarial

No Congresso Internacional de Insolvência Empresarial, em São Paulo, na terça-feira (28), o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, disse ver com cautela o mecanismo de recuperação judicial para resolver dificuldades financeiras, um dos temas que foram abordados. O ministro lembrou o caso de produtores que se endividaram, não por conta da atividade, mas por tomar decisões erradas de investimento. E disse discordar que, numa situação dessas, receba descontos e prorrogação de até 15 anos para amortização de dívida. Lembrou também que a atividade do agronegócio não dá respostas rápidas e que é preciso ter muito cuidado ao assumir financiamentos. Na recuperação judicial, a reorganização econômica de uma empresa é feita com a intermediação da Justiça, para evitar a sua falência. O objetivo é assegurar direitos dos credores e dos empregados, sair da crise e manter os empregos.

audio/mpeg 29-08-18 - MOMENTO AGRO - 2M46S - FINALIZADO - Congresso Insovência.mp3 — 5208 KB

Duração: 2'46"