Brasil promove simulado para atendimento rápido a possíveis focos de aftosa

Um treinamento simulado em emergência para o atendimento à um foco de febre aftosa será realizado no Paraná, de 11 a 17 de agosto. O exercício visa garantir a resposta rápida e o atendimento célere a possíveis focos de febre aftosa. O simulado faz parte do Plano Hemisférico de Erradicação da Febre Aftosa (PHEFA), com a Coordenação Técnica do Comitê Veterinário Permanente do Mercosul (CVP/Mercosul) e Centro Pan Americano de Febre Aftosa (Panaftosa). Além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), irão participar todos os envolvidos com a sanidade agropecuária do Brasil, incluindo produtores, representantes dos Serviços Veterinários Estaduais e da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai. O simulado já foi notificado à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Segundo o coordenador de emergência zoosanitária do Ministério, Nilton de Morais, para o Brasil e os países da América do Sul, o simulado é uma oportunidade para reforçar a cooperação e a capacidade de resposta em um território com status de livre de febre aftosa. Está prevista a participação de 160 veterinários no simulado: 64 da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar); 12 da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai; 37 do Mapa; 38 dos Serviços Veterinários Estaduais de todos os Estados brasileiros.

audio/mpeg 30-07-19 - MOMENTO AGRO - 2M08S - FINALIZADO - Treinamento Febre Aftosa.mp3 — 4031 KB

Duração: 2'08"