Ministro da Agricultura defende preservação das margens de rios e nascentes

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, propôs, nesta terça-feira (20), durante participação no 8º Fórum Mundial da Água, que seja incluído no documento final do encontro um compromisso entre os países participantes para estimular a preservação da vegetação nativa em margens de rios e nascentes. O objetivo é manter da qualidade da água e preservar a biodiversidade do planeta. Maggi falou no Painel de Alto Nível “Água para Agricultura e Alimentação” e destacou o forte engajamento dos produtores rurais brasileiros com a agenda de uso racional da água. A exigência legal faz com que os produtores brasileiros preservem 20% do território nacional, contribuindo para a conservação dos recursos hídricos quando protege margens de rios e preserva a vegetação nativa de suas áreas. O ministro citou a legislação ambiental brasileira, que é bastante exigente e disse que a prática brasileira deve ser incluída nas resoluções do 8º Forum Mundial da Água e a seguir adotada em âmbito mundial. O ministro explicou que o Brasil é um grande produtor agrícola e “usa na irrigação muito pouco da água subterrânea ou da água de rios. Dados da Agência Nacional de Águas (ANA) indicam que o Brasil está entre os 10 países com maior área irrigada no mundo, com 7 milhões de hectares irrigados, mas que corresponde a apenas 10% da área plantada.

audio/mpeg Fórum das Águas.mp3 — 3183 KB