Brumadinho : Cuidados com animais peçonhentos

A lama da barragem e os destroços aumentam o risco de acidentes com animais peçonhentos (como escorpiões, aranhas e cobras). Em situações como essas, os animais costumam se abrigar em locais secos, como o interior das residências ou em locais de acúmulo de entulhos. Caso encontre algum desses animais, entre em contato com a autoridade competente (bombeiros; polícia ambiental ou Unidade de Vigilância de Zoonoses, por exemplo). Evite tocar nesses animais, mesmo que pareçam estar mortos. - Ao retornar à sua residência, é fundamental inspecionar o local com bastante cuidado. Use botas e luvas ao vasculhar os escombros e na limpeza da residência e de seus arredores. - Bata os colchões antes de voltar a usá-los. E sacuda, com cuidado, roupas, sapatos, toalhas e lençóis antes de usá-los. - NUNCA coloque as mãos em buracos ou frestas. Use ferramentas como enxadas ou cabos de vassoura para mexer nos móveis. - Em caso de acidente, mantenha a pessoa acidentada em repouso, deitado e com o membro acometido elevado em relação ao resto do corpo. Em seguida, entre em contato com o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Minas Gerais (CIATox-MG) no telefone (31) 3224-4000. Passe a maior quantidade possível de informações sobre o animal e sobre o acidentado. - Fique atento e evite o entorno dos escombros. Os bombeiros são capacitados para lidar com essas situações de risco. Saiba mais: http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/acidentes-por-animais-peconhentos

audio/mpeg 2019-02-01- SPOT ANIMAIS PEÇONHENTOS.mp3 — 1626 KB

Duração: 52"