Pescadores atingidos por vazamento de óleo no litoral vão receber auxílio emergencial

A jornalista Graziella Mendonça entrevistou o secretário-adjunto da Secretaria de Aquicultura e Pesca João Crescêncio Aragão Marinho sobre o assunto

audio/mpeg 06-12-19 - CONVERSA SERIA - AUXILIO EMERGENCIAL PESCADORES.mp3 — 6467 KB

Duração: 5m36s




Transcrição

Profissionais artesanais de áreas afetadas pela mancha de óleo no litoral brasileiro têm direito ao auxílio emergencial pecuniário, criado por medida provisória.

 

 

Têm direito ao benefício 65 mil 983 pescadores, que atuam em municípios dos nove estados do Nordeste, do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, atingidos pelo vazamento de óleo.

 

 

O auxílio será pago aos pescadores inscritos no Registro Geral da Atividade Pesqueira, em situação ativa nas categorias peixes, crustáceos, moluscos e outros, que atuam em área estuarina ou marinha.

 

 

Esse benefício não interfere no recebimento do seguro defeso pelos pescadores, já regulado por legislação específica.

 

 

O auxílio emergencial corresponde ao valor total de MIL 996 reais. Ele será dividido e pago em duas parcelas de 998 reais.

 

 

A jornalista Graziella Mendonça entrevistou o secretário-adjunto da Secretaria de Aquicultura e Pesca, João Crescêncio Aragão Marinho sobre o assunto.