Foram ampliados os controles da produção nacional e da importação de bebidas e vinhos

A ideia é que as bebidas fiscalizadas tenham uma referencia única de normas para garantir a qualidade dos produtos para o consumidor

audio/mpeg 07-01-20 - CONVERSA SÉRIA FISCALIZAÇÃO VINHOS.mp3 — 5021 KB

Duração: 5m21s




Transcrição

O ministério da Agricultura, Pecuária a Abastecimento ampliou os controles da produção nacional e da importação de bebidas e vinhos.

 

A ideia do governo é que as bebidas fiscalizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento tenham uma referencia única no que se refere à realização das análises laboratoriais para verificação de parâmetros dispostos em norma, como teor de substâncias tóxicas produzidas por fungos, graduação alcoólica, presença de metanol, de corantes artificiais e de metais pesados.

 

Na prática, segundo o coordenador-geral de Vinhos e Bebidas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Carlos Müller, o consumidor terá produtos com mais qualidade e segurança à saúde.

A jornalista Gabriella Noronha entrevistou o coordenador geral de Vinhos e Bebidas , Carlos Müller sobre o assunto