Uma das principais medidas previstas no Projeto de Lei Anticrime é a ampliação do Banco Nacional de Perfis Genéticos

A jornalista Luana Karen entrevistou o administrador suplente do Banco Nacional de Perfis Genéticos da Polícia Federal, Ronaldo Carneiro, sobre a importância do DNA para a elucidação de crimes

audio/mpeg 07-05-19 - CONVERSA SERIA - CONAB SAFRA MILHO CANA DE AÇUCAR VALE ESTA.mp3 — 5592 KB

Duração: 9m07s




Transcrição

Uma das principais medidas do projeto de Lei Anticrime é a ampliação do cadastro de registros biológicos do Banco Nacional de Perfis Genéticos.

Com a aprovação do projeto, não será mais necessário esperar todas as etapas de recursos do julgamento para colher o DNA do condenado.

Assim, o número de pessoas inseridas no banco de dados será maior, possibilitando a elucidação de mais crimes e com mais facilidade. O Brasil tem cerca de 30 mil perfis genéticos registrados, mas a ideia é ampliar esse número.

A jornalista Luana Karen entrevistou o administrador suplente do Banco Nacional de Perfis Genéticos da Polícia Federal, Ronaldo Carneiro, sobre a importância do DNA para a elucidação de crimes.