Pesquisa mostra que atividade física reduz risco do câncer de mama

A jornalista Cleide Lopes entrevistou a Diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis do Ministério da Saúde, Fátima Marinho

audio/mpeg 19-10-18 - CONVERSA SERIA - CANCER DE MAMA VALE ESTE.mp3 — 5520 KB

Duração: 5m31s




Transcrição

Uma em cada 10 mulheres vítimas do câncer de mama, cerca de 12%, poderiam ter a vida poupada se praticassem atividade física regularmente durante 150 minutos por semana. É o que aponta pesquisa científica, que contou com a participação do Ministério da Saúde. De acordo com a pesquisa, no ano de 2015, duas mil e 75 mortes poderiam ter sido evitadas se as pacientes realizassem ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, cinco vezes por semana. A jornalista Cleide Lopes entrevistou a Diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Fátima Marinho.