Ministério da Saúde divulga que 19,5% das pessoas que moram nas capitais brasileiras afirmam que fazem o uso do celular enquanto dirigem

A jornalista Cleide Lopes conversou com o Diretor do Departamento de Análise e Vigilância de Doenças não Transmissíveis do ministério da Saúde, Eduardo Macário, sobre a pesquisa

audio/mpeg 25-06-19 - CONVERSA SERIA - TRANSITO.mp3 — 4686 KB

Duração: 5m




Transcrição

Dados do Ministério da Saúde indicam que 19,5% das pessoas que moram nas capitais brasileiras afirma que faz o uso do celular enquanto dirige. O percentual mostra que de cada cinco indivíduos, um comete esse ato que é um risco para acidentes de trânsito. A divulgação da informação inédita é do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2018 que também aponta que as pessoas com idade entre 25 e 34 anos (25,1%) são as que mais assumem esse comportamento de risco. A jornalista Cleide Lopes conversou com o Diretor do Departamento de Análise e Vigilância de Doenças não Transmissíveis do ministério da Saúde, Eduardo Macário, sobre a pesquisa.